Finlândia: Perspectivas profissionais

Trabalhar na Finlândia após os estudos

Como conseguir permanecer na Finlândia após os estudos para poder trabalhar e conquistar experiência profissional no país

Trabalhar na Finlândia após os estudos

O mercado de trabalho na Finlândia costuma ser um ambiente positivo para os estudantes que estão à procura de vagas após a graduação. Em 2017, a taxa de desemprego do país era de 7,5%, após uma queda contínua de 11 meses, e vários setores importantes estão crescendo nacionalmente, como o eletrônico, metalúrgico, de madeira e papel, agrícola e silvicultura.

 

No entanto, outros setores como o da saúde e de trabalho social estão com uma escassez de mão-de-obra cada vez maior, com uma geração inteira de profissionais se aposentando.

 

Apesar de haver trabalhos disponíveis e os estudantes, principalmente de engenharia, TI e eletrônica, conseguirem oportunidades, é de extrema importância que os candidatos profissionais saibam falar o idioma finlandês.

 

Eu posso permanecer no país após os estudos?

 

Como estrangeiros vindo de fora da Europa, os estudantes normalmente já têm uma autorização de residência para poder estudar no país, que deve vencer juntamente com a conclusão do curso. Após a graduação, eles podem solicitar a extensão da autorização, que os permitirá permanecer no país para encontrar uma vaga de trabalho.

 

Esta autorização durará um ano e deve ser solicitada enquanto a primeira, para a duração dos estudos, ainda for válida.

 

De acordo com o site Migri, assim que você concluir um curso acadêmico ou outra qualificação na Finlândia, “você pode solicitar uma nova autorização de residência com base em trabalho após ter encontrado um emprego”.

 

Se você ainda não encontrou um emprego quando a sua autorização vencer, você pode se inscrever para estendê-la e procurar por uma vaga profissional. O formulário que deve ser preenchido no site Migri é o OLE_MUU, anexando o seu diploma ou outro certificado de qualificação e um esclarecimento sobre a sua situação financeira.

 

Saiba mais aqui (página em inglês).

 

Como posso encontrar uma vaga profissional na Finlândia?

 

Há vários recursos que você pode usar para te ajudar a procurar por um emprego na Finlândia. Um bom ponto de partida sempre será a sua universidade ou instituição. Normalmente, elas possuem serviços de carreira para orientar seus estudantes e divulgar vagas disponíveis.

 

Feiras de empregos realizadas pelas universidades também são uma ótima forma de conhecer recrutadores e empregadores e se informar sobre o mercado.

 

Os profissionais internacionais são incentivados a se registrar na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Empregabilidade, que também poderá orientá-los sobre a procura por vagas e quais formulários preencher.

 

O site Study in Finland aconselha a entrar em contato direto com empregadores da sua região na Finlândia para perguntar por vagas abertas e mostrar interesse por uma oportunidade.

 

Tipicamente, os candidatos enviam um currículo e uma carta de apresentação (chamada de cover letter). Algumas empresas organizam recrutamentos por formulários de inscrição online.

 

Como a maioria dos países, a Finlândia tem alguns sites de anúncio de vagas que são muito bons para encontrar oportunidades em diferentes áreas:

 

 

Dicas rápidas:

 

  • Solicite a extensão da sua autorização de residência antes que ela vença;
  • Familiarize-se com os costumes finlandeses em relação ao ambiente de trabalho, para saber, por exemplo, como se comportar idealmente em uma entrevista de trabalho e construir o seu currículo;
  • Use os serviços de carreira da sua universidade para tirar dúvidas, pedir orientação e procurar por vagas.

 

 

Fonte: Com informações do artigo de Safeera Sarjoo para o Hotcourses Abroad (traduzido e adaptado por Brenda Bellani).

Pesquise por cursos

Finlândia
Graduação
SOBRE O AUTOR

Trabalhar na Finlândia após os estudos

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.