Essenciais
Itália: Destino de Estudo

50 fatos e curiosidades sobre a Itália

Uma fonte de vinho tinto, os melhores queijos do mundo, capital da moda, o dedão de Galileu em um museu, o maior número de patrimônios mundiais...

50 fatos e curiosidades sobre a Itália
3859

Separamos algumas das infinitas razões pelas quais a Itália é um lugar incrível e também peculiar. Veja-os a seguir!

 

1. A Itália é o quinto país mais populoso do mundo, com 61 milhões de habitantes, e a sétima maior economia mundial.

 

2. A Itália tem 50 Patrimônios Mundiais da UNESCO, o maior número entre todos os países.

 

3. A Itália é a maior produtora de vinho do mundo.

 

4. A máfia italiana representa 7% do PIB do país.

 

5. Mais de um terço da população masculina entre 30 e 35 anos mora com os pais.

 

6. A polícia de trânsito italiana tem duas Lamborghinis no modelo Gallardo à disposição.

 

7. Na Itália, há uma estátua de bronze de Jesus Cristo submersa, de 2,5 metros.

 

8. Em um museu de Florença, você pode visitar o dedo médio, o dedão e o dente de Galileu.

 

9. As gôndolas de Veneza devem ser pintadas de preto de acordo com uma lei.

 

10. Acredita-se que Poveglia, uma ilha em Veneza, seja tão assustadoramente assombrada que ela não é aberta à visitação.

 

11. Em Milão, existe uma lei que exige que as pessoas sorriam o tempo todo, exceto em funerais e visitas a hospitais.

 

12. Ferrari é o sobrenome mais comum na Itália.

 

13. Em Falciano Del Massico, uma cidade na Itália, já foi contra a lei morrer, devido a super lotação do cemitério.

 

14. A Itália tem mais obras de arte por quilômetro quadrado do que qualquer outro país do mundo.

 

15. A Itália é responsável por apresentar o sorvete ao mundo – além do café e da torta de furtas!

 

16. Quando o primeiro McDonald’s foi fundado em Roma em 1986, alguns protestantes distribuiram espaguete de graça na frente da lanchonete para lembrar a população sobre a “herança culinária” do país.

 

17. Os italianos foram os criadores de diversos tipos de queijo, como o parmesão, gorgonzola, muçarela, provolone e ricota.

 

18. Ninguém sabe exatamente quando a pizza foi inventada, mas foi em Nápoles, na Itália, que ela foi popularizada.

 

19. Os tomates vieram da América e foram introduzidos na Itália apenas em 1540.

 

20. A universidade mais antiga da Itália é a University of Bologna, fundada em 1088.

 

 

21. Devido a um erro técnico em um festival da uva em Marino, na Itália, saiu vinho de algumas torneiras nas casas dos habitantes da cidade – na época, em 2008, começaram a dizer que era um milagre até descobriram a falha.

 

22. Os homens podem ser presos se usarem saia em público.

 

23. Existe um restaurante construído em uma gruta em Polignano a Mare, chamado Grotta Palazzese.

 

Fonte: grottapalazzese.it.

 

24. Em 1968, um italiano construiu uma plataforma na costa do país e se autonomeou presidente da sua micro nação. O governo conseguiu controle da plataforma e a explodiu.

 

25.  Existe um coelhinho de pelúcia de 55 metros de comprimento no topo de uma montanha na Itália, que pode ser visto pelo Google Street View.

 

Fonte: Resumo da Net.

 

26. A Itália foi o primeiro país da Europa a usar o garfo por causa do macarrão.

 

27. Aproximadamente 3.000 euros em moedas são jogados anualmente na Fontana di Trevi, em Roma, para fazer pedidos.

 

28. A população da Itália quase duplicou no século 20.

 

29. Um terço dos italianos nunca usou a internet.

 

30. O maior túnel do mundo tem 57 quilômetros e liga a Itália à Suíça por baixo dos Alpes. Ele levou 17 anos para ser construído.

 

31. San Marino, um país dentro da Itália, é a república mais antiga do mundo, fundada em 301 d.C.

 

32. Na Itália, ao invés do 13, o 17 é o número de azar.

 

33. A pizza marguerita surgiu como uma representação da bandeira italiana: manjericão (verde), tomate (vermelho) e muçarela (branco).

 

Fonte: Flickr.

 

34. Os italianos trabalham em média 20 horas por semana – uma das menores médias da Europa.

 

35. A cidade de Viganella, na Itália, é cercada por grandes montanhas que tapam os raios do sol por seis meses todos os anos. A solução foi instalar espelhos gigantes para refletir a luz do sol na cidade. A mesma coisa foi feita em Rjukan, na Noruega.

 

Fonte: The Atlantic.

 

36. A primeira mulher do mundo a receber um diploma acadêmico e também a primeira a receber se tornar doutora com um PhD foi italiana, em Pádua, em 1678.

 

37. Há 417 pontes em Veneza – 72 são privadas.

 

38. Existe uma fonte de vinho tinto na Itália que funciona 24 horas por dia. E todos podem beber dela.

 

39. Estimava-se que, em 2008, aproximadamente 80% dos negócios na ilha de Sicília eram forçados a pagar uma “taxa de proteção” à máfia.

 

40. A Universidade de Roma é a maior da Europa, com 150.000 estudantes, e também uma das mais antigas, fundada em 1303.

 

41. O Vaticano é o único país do mundo que pode fechar seus portões à noite. Literalmente. Ele é o menor país do mundo.

 

42. O autor de Pinóquio, Carlo Collodi, era italiano.

 

43. A Itália é o país com maior número de vulcões da Europa.

 

44. Entre 1861 e 1985, mais de 26 milhões de pessoas deixaram a Itália à procura de uma vida melhor.

 

45. Mais de 50 milhões de turistas visitam a Itália todos os anos. De fato, o turismo representa 63% da renda nacional.

 

46. Famosas marcas são italianas, como Armani, Versace, Gucci, Prada e Valentino. O país é considerado uma das capitais da moda.

 

47. A primeira ópera do mundo foi composta na Itália no final do século 16.

 

48. O termômetro foi inventado na Itália em 1912.

 

49. Até 1999, a educação obrigatória no país ia apenas até os 14 anos.

 

50. A população da Itália é a terceira mais velha do mundo, atrás apenas do Japão e da Alemanha.

 

Leia mais:

42 fatos e curiosidades sobre a Coreia do Sul

40 fatos e curiosidades sobre o Japão

Pesquise por cursos

Itália
Graduação
SOBRE O AUTOR

50 fatos e curiosidades sobre a Itália

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada