Essenciais
Itália: Destino de Estudo

50 fatos e curiosidades sobre a Itália

Uma fonte de vinho tinto, os melhores queijos do mundo, capital da moda, o dedão de Galileu em um museu, o maior número de patrimônios mundiais...

50 fatos e curiosidades sobre a Itália
23255

Está considerando estudar na Itália? Da culinária à história, dos costumes à cultura, o país tem muito a oferecer aos estudantes internacionais que, com certeza, enriquecerá a sua experiência de estudo.

 

A seguir, separamos algumas das infinitas razões pelas quais a Itália é um lugar incrível e também peculiar.

 

 

Culinária italiana

 

1. A Itália é a segunda maior produtora de vinho do mundo, atrás apenas da França. A história da produção vinícola no país tem mais de 4.000 anos e é também uma das mais diversas de todo o planeta. Atualmente, todas as 20 regiões da Itália produzem vinho, as mais conhecidas sendo a Toscana, Vêneto, Apúlia e Piedmont.

 

2. Em 2008, devido a um erro técnico em um festival da uva em Marino, na Itália, saiu vinho de algumas torneiras nas casas dos habitantes da cidade – na época, começaram a dizer que era um milagre até descobriram a falha. Mas esse “milagre” existe realmente em uma fonte de vinho tinto na Itália que funciona 24 horas por dia no Caminho de São Tomé, em Abruzzo. E todos podem beber dela!

 

3. A Itália é responsável por apresentar o sorvete ao mundo – além do café e da torta de furtas! Historiadores acreditam que Marco Polo retornou à Itália do Oriente com uma receita que se assemelhava bastante com o que hoje é chamado de sorvete (sherbet) e que posteriormente evoluiu para o doce que conhecemos hoje. No entanto, a origem do sorvete pode datar desde antes de Cristo, sem conhecimento da data ou inventor específico. Alexandre, o Grande, por exemplo, gostava de misturar neve com mel e néctar; e Cesar, durante o Império Romano costumava pedir que seus servos buscassem neve nas montanhas e misturassem-na a frutas e sucos.

 

4. Quando o primeiro McDonald’s foi fundado em Roma em 1986, alguns protestantes distribuíram espaguete de graça na frente da lanchonete para lembrar a população sobre a “herança culinária” do país. Mesmo com a relutância inicial, a rede milionária prosperou na Itália e hoje há mais de 500 lojas por todo o país.

 

5. Os italianos foram os criadores de diversos tipos de queijo, como o parmesão, gorgonzola, muçarela, provolone e ricota.

 

6. Ninguém sabe exatamente quando a pizza foi inventada, mas foi em Nápoles, na Itália, que ela foi popularizada. Já, os tomates para o tão famoso e utilizado molho em massas do país vieram da América e foram introduzidos na Itália apenas em 1540.

 

7. A pizza marguerita surgiu como uma representação da bandeira italiana: manjericão (verde), tomate (vermelho) e muçarela (branco).

 

pizza italiana

Fonte: Flickr.

 

8. A Itália foi o primeiro país da Europa a usar o garfo por causa do macarrão.

 

História da Itália

 

9. Em um museu de Florença, você pode visitar o dedo médio, o dedão e o dente de Galileu Galilei. O físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano viveu entre 1564 e 1642 e se formou na Universidade de Pisa. Os seus restos mortais foram encontrados sem querer por um colecionador de arte em 2010 e levados à sua cidade natal, Florença, onde ficaram expostos no Museu Galileu.

 

10. Acredita-se que Poveglia, uma ilha em Veneza, seja tão assustadoramente assombrada que ela não é aberta à visitação. Apesar de ser lindo, o lugar já foi palco de disputas entre venezianos e genoveses e, depois, serviu como centro de quarentena para navios que desembarcavam em Veneza e hospedou pessoas com doenças infecciosas. A sua última serventia foi um hospital para idosos que fechou suas portas em 1968. Há boatos de que realizavam experimentos com doentes mentais na ilha, inclusive lobotomia, e várias histórias de antigos pacientes atormentados por fantasmas.

 

11. Ferrari é o sobrenome mais comum na Itália. A palavra é o plural de “ferraro” que em italiano significa “ferreiro”, derivado do latim “ferrum”, ou ferro. Apesar de ser mais encontrado na Itália, o sobrenome Ferrari é encontrado mais no (pasmem!) Brasil!

 

12. A universidade mais antiga da Itália é a University of Bologna, fundada em 1088, também considera a mais antiga do mundo ocidental. Atualmente, ela tem cinco campi e é formada por 11 escolas, 32 departamentos e 12 centros de pesquisa e treinamento. Além disso, a Universidade oferece 71 programas acadêmicas internacionais, 47 ministrados na língua inglesa.

 

Universidade de Bolonha

A Universidade de Bolonha é considerada a mais antiga da Europa.

 

13. A Universidade de Roma, conhecida como “La Sapienza”, é a maior da Europa, com 150.000 estudantes, e também uma das mais antigas, fundada em 1303.

 

14. A primeira mulher do mundo a receber um diploma acadêmico e também a primeira a se tornar doutora com um PhD foi italiana, em Pádua, em 1678.

 

15. Entre 1861 e 1985, mais de 26 milhões de pessoas deixaram a Itália à procura de uma vida melhor. Só o Brasil, entre os anos 1880 e 1930, recebeu um fluxo gigantescos de italianos que, principalmente, substituíram a mão-de-obra escrava após a abolição nas lavouras, se alocando principalmente na região sul e sudeste do país. Atualmente, há 25 milhões de descendentes de italianos no Brasil, segundo o site da Embaixada da Itália. Inclusive, no dia 21 de fevereiro, comemora-se o Dia Nacional do Imigrante Italiano!

 

16. O termômetro foi inventado na Itália em 1592 pelo Galileu Galilei.

 

17. Até 1999, a educação obrigatória no país ia apenas até os 14 anos.

 

Comportamento e cultura italiana

 

18. Em Milão, existe uma lei que exige que as pessoas sorriam o tempo todo, exceto em funerais e visitas a hospitais.

 

19. A Itália tem mais obras de arte por quilômetro quadrado do que qualquer outro país do mundo.

 

20. Os homens podem ser presos se usarem saia em público.

 

21. Os italianos trabalham em média 20 horas por semana – uma das menores médias da Europa.

 

22. O autor de Pinóquio, Carlo Collodi, era italiano e viveu de 1826 a 1890.

 

23. A primeira ópera do mundo foi composta na Itália no final do século 16.

 

24. Um terço dos italianos nunca usou a internet.

 

Geografia e demografia italiana

 

25. A Itália é o quinto país mais populoso do mundo, com 61 milhões de habitantes, e a sétima maior economia mundial.

 

26. A população da Itália é a terceira mais velha do mundo, atrás apenas do Japão e da Alemanha.

 

27. Mais de um terço da população masculina entre 30 e 35 anos mora com os pais.

 

28. A população da Itália quase duplicou no século 20.

 

29. Em Falciano Del Massico, uma cidade na Itália, já foi contra a lei morrer, devido a super lotação do cemitério.

 

30. Existe um restaurante construído em uma gruta em Polignano a Mare, chamado Grotta Palazzese.

Polignano a Mare, Itália

Fonte: grottapalazzese.it.

 

31. O Vaticano é a única cidade-estado do mundo que pode fechar seus portões à noite. Literalmente. Ele é o menor país do mundo – oficialmente Estado da Cidade do Vaticano – e sede da Igreja Católica, localizado dentro da cidade de Roma, cercado por muros, em um território de menos de um quilômetro quadrado e população de aproximadamente mil habitantes.

 

32. A cidade de Viganella, na Itália, é cercada por grandes montanhas que tapam os raios do sol por seis meses todos os anos. A solução foi instalar espelhos gigantes para refletir a luz do sol na cidade. A mesma coisa foi feita em Rjukan, na Noruega.

 

Viganella, Itália

Fonte: The Atlantic.

 

33. Há 417 pontes em Veneza – 72 são privadas.

 

34. A Itália é o país com maior número de vulcões da Europa e também de praias: são mais de 7.400 quilômetros de costa litorânea, além de 27 parques marinhos. O maior vulcão em território italiano é o Mt. Etna, localizado na Sicília, e é o segundo mais ativo do mundo, atrás apenas do Mauna Loa, no Havaí, Estados Unidos.

 

35. O maior túnel ferroviário do mundo tem 57 quilômetros e liga a Itália à Suíça por baixo dos Alpes. Ele levou 17 anos para ser construído e foi inaugurado apenas em 2017.

 

36. San Marino, um país dentro da Itália, é a república mais antiga do mundo, fundada em 301 d.C.

 

Turismo na Itália

 

37. As gôndolas de Veneza devem ser pintadas de preto de acordo com uma lei para padronizar o meio de transporte, acabando com anos de ostentação por meio de todo tipo de decorações e ornamentos que costumavam ter. Hoje em dia, estima-se que mais de 500 gôndolas naveguem pela cidade apenas para o uso turístico.

 

38. Mais de 50 milhões de turistas visitam a Itália todos os anos. De fato, o turismo representa 63% da renda nacional. Os principais destinos são Roma, Milão, Nápoles Veneza e Florença; mas Turim, Verona, Bari, Pádua, Bolonha, Messina, Perugia, Palermo, Gênova, Sicília, Sardenha e Salento também recebem um grande fluxo de turistas.

 

39. A Itália tem 50 Patrimônios Mundiais da UNESCO, o maior número entre todos os países. Entre eles, estão a cidade de Verona, Assis e a Basílica de São Francisco, o Jardim Botânico de Pádua, o Castelo del Monte em Andria, e a Costa Amalfitana.

 

40. Famosas marcas são italianas, como Armani, Versace, Gucci, Prada e Valentino. Milão é considerado uma quatro das capitais da moda (juntamente de Paris, Nova York e London). De fato, uma das Fashion Weeks mais famosas do mundo acontece na cidade italiana duas vezes por ano desde 1958 e dita tendências das próximas estações.

 

41. Aproximadamente 3.000 euros em moedas são jogados anualmente na Fontana di Trevi, em Roma, para fazer pedidos.

 

Saúde e segurança na Itália

 

42. A máfia italiana representa 7% do PIB do país. 39. Estimava-se que, em 2008, aproximadamente 80% dos negócios na ilha de Sicília eram forçados a pagar uma “taxa de proteção” à máfia.

 

43. A polícia de trânsito italiana tem duas Lamborghinis no modelo Gallardo à disposição.

 

Outras curiosidades

 

44. Na Itália, há uma estátua de bronze de Jesus Cristo submersa, de 2,5 metros.

 

45. Em 1968, um italiano construiu uma plataforma na costa do país e se autonomeou presidente da sua micro nação. O governo conseguiu controle da plataforma e a explodiu.

 

46.  Existe um coelhinho de pelúcia de 55 metros de comprimento no topo de uma montanha na Itália, que pode ser visto pelo Google Street View.

 

Coelinho de pelúcia na Itália

Fonte: Resumo da Net.

 

47. Na Itália, ao invés do 13, o 17 é o número de azar.

 

48. Os italianos valorizam muito a entidade da família, seguindo uma linha de autoridade e respeito que começa com os avós e depois os pais.

 

49. O lobo é o animal nacional da Itália e tem um papel importante na lenda sobre a fundação de Roma.

 

50. A Itália é o segundo maior vencedor da Copa do Mundo de Futebol, conquistando quatro títulos em 1934, 1938, 1982 e 2006.

 

Leia mais:

42 fatos e curiosidades sobre a Coreia do Sul

40 fatos e curiosidades sobre o Japão

Pesquise por cursos

Itália
Graduação
SOBRE O AUTOR

50 fatos e curiosidades sobre a Itália

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.