Essenciais
Holanda: Quando chegar lá

10 coisas que você precisa saber sobre a Holanda

Do nome à culinária, das bicicletas aos moinhos... Conheça dez curiosidades sobre este país inigualável: a HOLANDA!

10 curiosidades sobre a Holanda

A Holanda é um país único, que, mesmo com seu tamanho pequeno, possui uma rica cultura e muitos pontos curiosos. Listamos aqui dez das muitas curiosidades sobre a Holanda para você se inspirar a estudar nesse destino encantador.

 

Curiosidades sobre a Holanda

 

Do nome à culinária, das bicicletas aos moinhos, conheça as curiosidades a seguir!

 

1. Países Baixos

 

O nome oficial do país não é Holanda, mas sim Países Baixos. Você sabia? Em neerlandês – a língua holandesa ou simplesmente holandês -, Nederlanden significa literalmente “país baixo”.

 

O nome Holanda se refere à região formada pelas províncias de Holanda do Norte e Holanda do Sul. Há também as alternativas Neerlândia e Nederlândia, mas são pouquíssimo utilizadas.

 

O nome Países Baixos se dá por causa da localização geográfica da Holanda, que é, em grande porção, abaixo do nível médio do mar. Mas existe também o Reino dos Países Baixos, que inclui Aruba, Curaçao e Sint-Maarten. Esses países são governados pela Família Real Holandesa, mas cada um possui o seu próprio governo e moeda.

 

2. Peixe cru

 

Um dos petiscos mais típicos da Holanda é o arenque cru (haring). Ele é quase o nosso pastel: você encontra nas feiras de rua e como opção rápida de comida de rua. O haring é um pequeno peixe servido por inteiro e cru! Normalmente acompanhado de cebolas e picles, ele é pequenininho, então para comer, você o segura pela calda e coloca inteiro na boca. Mas segure firme: o peixe é servido com pele e é escorregadio!

 

Há também arenque cru picadinho para você comer em cubos ou até mesmo como recheio de pão.

 

Fonte: ijzendjike.org.

 

3. Bicicletas

 

Existem mais bicicletas que pessoas na Holanda. Além disso, há mais de 29.000 km de ciclovias. Basicamente dá para ir a qualquer lugar de bicicleta, inclusive viajar.

 

Segundo o site oficial I Amsterdam, só na capital há 881.000 bikes. Veja mais alguns números impressionantes:

 

  • Juntos, os moradores de Amsterdã andam 2 milhões de quilômetros por dia;
  • 58% das pessoas acima de 12 anos andam de bicicleta diariamente;
  • A ciclovia oficial, chamada Amsterdam Bicycle Network, tem 767 quilômetros;
  • Há 140 bicicletarias na cidade;
  • Há 10.000 vagas no estacionamento de bicicletas próximo à Estação Central de Amsterdã.

 

Incrível, né? Além de melhor para o meio ambiente, é um estilo de vida muito mais saudável.

 

4. Países baixos MESMO

 

Não há montanhas na Holanda. Como um país plano, quase um terço de toda a sua área está abaixo do nível do mar. Você encontra diferentes paisagens ao viajar pelo país, praias, represas, canais, florestas e muitas áreas verdes. Mas e as montanhas?

 

O ponto mais alto da Holanda está 323 metros acima do nível do mar. Sério. Essa colina se chama Vaalserberg e é, na verdade, um local famoso, chamado de Drielandenpunt, ou “Ponto dos Três Países, por ser uma tríplice fronteira com a Alemanha e a Bélgica.

 

Então, mesmo baixinho o ponto mais alto da Holanda é uma atração turística.

 

5. Os diques da Holanda

 

Ainda sobre os Países Baixos: os holandeses invadiram o mar criando novas áreas secas e expandindo o país. E por que a Holanda não afunda? Para isso não acontecer, foram construídos diques enormes, que mantêm as áreas livres de inundação.

 

Os diques são levados muito a sério no país, construídos como proteção. Além disso também ergueram o solo para aumentar a quantia de terra firme.

 

O Afsluitdijk, por exemplo, é o maior dique do mundo – o seu nome significa “grande divisor de águas”. Ele tem 32 quilômetros de comprimento e 90 metros de largura, e fica no norte da Holanda do Norte com a província da Frísia.

 

Encontre cursos no exterior

 

 

6. Homens altos

 

Os homens holandeses são os mais altos do mundo. A média nacional de altura é de 1,75 metros. Já entre apenas os homens, a média é 1,82 metros!

 

Muito se especula sobre a razão. Uma das hipóteses mais aceita é a alimentação da população holandesa: há um alto consumo de leite e derivados. “As pessoas na Holanda têm um apetite voraz por laticínios e estudo sugerem que isso contribuiu para o aumento da altura”, diz uma matéria do site da BBC britânica.

 

Outro fator é a qualidade de vida no país, com um excelente sistema de saúde e bem-estar social. Tudo é voltado para cuidar da saúde dos bebês holandeses e, consequentemente, eles não sofrem nenhum tipo de coisa que possa reduzir a altura no seu crescimento.

 

7. Haia

 

A capital da Holanda é Amsterdã, mas a sede do governo é em Haia. Localizada na região oeste do país, nela se encontra o parlamento e o Palácio Noordeinde, onde o rei Guilherme Alexandre trabalha.

 

Den Haag em holandês ou The Hague em inglês, ela também sedia o Palácio da Paz (Vredespaleis), inaugurado em 1913 como um edifício administrativo de direito internacional. Nele, encontram-se Tribunal Internacional de Justiça, principal órgão judicial da ONU; o Tribunal Permanente de Arbitragem (PCA); e a Academia de Direito Internacional de Haia. Tudo isso faz de Haia um importante centro jurídico e diplomático do mundo.

 

Aliás, você já deve ter ouvido falar sobre a convenção da Haia ou a postila de Haia. Ela foi um dos acordos mais importantes do mundo até hoje, servindo para facilitar e tornar menos burocrático o processo de reconhecimento de documentos no exterior.

 

8. Por que a seleção holandesa usa laranja?

 

As cores da bandeira holandesa são branco, vermelho e azul. Mas a cor oficial do país, tanto da camisa da seleção quanto a usada em comemorações nacionais, é o laranja. O motivo é que é a cor dinastia de Orange, a família real da Holanda, cujo nome significa... laranja!

 

9. Natal na Holanda

 

O Natal na Holanda é um assunto complexo. Apesar de comemorarem no dia 25 e no dia 26 (segundo dia de Natal, que também é feriado em várias partes do mundo), existe uma grande comemoração com troca de presentes no dia 05 de dezembro, que eles chamam de dia de São Nicolau, ou Sinterklaas.

 

A festa inclui ainda jogos e poemas para celebrar o santo considerado padroeiro das crianças, dos marinheiros, filatelistas e da cidade de Amsterdã.

 

10. Os moinhos

 

Não é um símbolo à toa: os moinhos estão sim por toda parte na Holanda. Hoje em dia muitos são pontos turísticos e até mesmo residências, mas ainda existem cerca de 1.000 deles em pleno funcionamento.

 

Gostou desse país interessante e único? Pesquisa cursos na Holanda e embarque em uma aventura na terra dos moinhos!

 

 

Gostou desse país interessante e único? Pesquisa cursos na Holanda e embarque em uma aventura na terra dos moinhos!

 

Leia também:

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA