Essenciais
Nova Zelândia: Perspectivas profissionais

Novas regras para trabalhar após os estudos na Nova Zelândia

As novidades são positivas: as regras para trabalhar na Nova Zelândia após os estudos mudaram para melhor a fim de facilitar a permanência dos estudantes internacionais.

Novas regras para trabalhar após os estudos na Nova Zelândia
943

Foto: Queenstown Beach, na Nova Zelândia. (Pixabay/Maruamichelle)

 

Ao completar os seus estudos, talvez você perceba que gostaria de permanecer na Nova Zelândia, o que é totalmente compreensível, afinal, o país é incrível. Se este for o seu plano, nós temos boas notícias: a partir de novembro de 2018, novas regras passam a valer para proporcionar maior liberdade aos estudantes internacionais de permanecer no país por mais três anos após a conclusão dos estudos. Nada mal, né?

 

Na verdade, a Nova Zelândia agora oferece as segundas leis de trabalho pós-estudos mais generosas do mundo, de acordo com o site The Pie News.

 

O sistema de visto anterior notou uma ênfase em patrocínio do empregador e, com frequência, os estudantes acabavam procurando por empregos em setores sem uma demanda real por mão de obra só para poder ficar no país. As mudanças introduzidas procuram minimizar a exploração dos recém-formados pelos empregadores e permite que os estudantes internacionais tenham tempo suficiente para encontrar uma vaga profissional adequada.

 

Quais são as mudanças?

 

As mudanças variam de acordo com a qualificação que você conquistar na Nova Zelândia:

 

Se você concluir um diploma Nível 4-6 (Certificado ou Diploma) de no mínimo 60 semanas: Você tem direito a um visto aberto de um ano de duração, o que lhe dá oportunidade de procurar por um emprego neste período, e a possibilidade de solicitar uma residência permanente pela Categoria de Imigrante Qualificado se conseguir mostrar que atende aos critérios relevantes após os 12 meses.

 

Se você concluir um diploma Nível 7 ou superior (do diploma de graduação e bacharelado em diante): Com as novas regras, se você receber um visto de estudante do governo da Nova Zelândia para cursar um bacharelado ou diploma acadêmico superior, automaticamente já tem direito a um visto de trabalho pós-estudo de três anos de duração.

 

Assim, com o seu visto neozelandês, você já sabe que tem a opção de permanecer no país e procurar por um emprego depois de acabar o seu curso.

 

As boas novas se estendem inclusive aos estudantes internacionais que já estão na Nova Zelândia. Se você já tem um visto de estudante e está no país, também receberá automaticamente o seu visto de trabalho aberto.

 

De maneira geral, são novidades positivas para todos os estudantes internacionais. A Nova Zelândia tem se tornado uma verdadeira potência quando o assunto é oferta de trabalho para quem vem do exterior a fim de estudar no país.

 

Regras antigas

 

Até o dia 26 de novembro, as regras continuam a ser as seguintes:

 

“Eu acabei os estudos, mas não tenho uma oferta de trabalho”: Se este fosse o seu caso, antigamente, você poderia se inscrever para um visto de trabalho de busca por emprego após a graduação (Graduate Job Search Work Visa). Com ele, você poderia permanecer por apenas 12 meses para, quem sabe, conseguir uma vaga profissional no país. Você precisaria solicitar este visto com pelo menos três meses de antecedência da validade do seu visto de estudante (ou seis meses, se tiver cursado um doutorado). Além disso, era necessário provar ter NS$ 4.200 para se manter no país neste período.

 

“Eu encontrei um emprego ou já me formei com uma oferta de trabalho”: Neste caso, você deveria solicitar um visto de experiência de trabalho pós-estudo (Graduate Work Experience Visa) de dois a três anos de duração (três anos caso você estivesse trabalhando para conseguir se tornar membro de alguma associação profissional). Era necessário preencher e enviar o formulário Work Visa Application (NZ 1015) juntamente com o seu passaporte e pagar a taxa obrigatória. A oferta de trabalho deveria ser relevante à qualificação acadêmica cursada na Nova Zelândia.

 

Além disso, você deveria se encaixar em um desses requisitos:

 

  • Ter estudado pelo menos um ano acadêmico de uma qualificação de Nível 7 ou superior de acordo com o New Zealand Qualification Framework;
  • Ter estudado uma qualificação de Nível 4-6 de dois anos de duração de acordo com o Framework;
  • Ter estudado duas qualificações de Nível 4-6 de acordo com o Framework que exijam pelo menos um ano cada de estudos na Nova Zelândia, desde que a segunda qualificação seja superior à primeira (totalizando em dois anos de estudos no país).

 

Se você estivesse trabalhando para se tornar um membro de uma associação profissional, como o Chartered Accountants (Contadores Juramentados da Austrália), você deveria providenciar provas de que:

 

  • Ser membro seria essencial para o seu desempenho na profissão;
  • Seu emprego conta como experiência necessária para se tornar um membro desta associação;
  • A associação é relevante para a qualificação que você concluiu na Nova Zelândia.

 

Leia também:

Encontre vagas profissionais na Nova Zelândia pelo site do governo

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Nova Zelândia
Graduação
SOBRE O AUTOR

Novas regras para trabalhar após os estudos na Nova Zelândia

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.