Essenciais
Reino Unido: Destino de Estudo

Representante e ex-aluno dão dicas sobre estudar na Universidade de Warwick

Evento em São Paulo transmitido pelo Facebook teve participação da gerente de recrutamento de estudantes e ex-aluno brasileiro de MBA da University of Warwick.

Recrutadora e ex-aluno de MBA dão dicas sobre estudar na Universidade de Warwick
213

Imagem: The Oculus, prédio da University of Warwick dedicado a recursos inovadores de ensino e espaços sociais de aprendizado. (Fonte: Warwick.ac.uk)

 

A gerente de recrutamento de estudantes e um ex-aluno brasileiro do MBA da University of Warwick (Universidade de Warwick) reuniram-se em São Paulo na última quinta-feira (14) para conversar sobre os fortes da instituição como destino de estudo para alunos internacionais e também dar dicas sobre a escolha do curso e o processo seletivo. O encontro foi organizado e transmitido ao vivo no Facebook do loveUK, organização de assessoria gratuita e promoção da educação britânica no Brasil.

 

Com apenas 54 anos de existência, a University of Warwick mantém-se firme entre as 100 melhores universidades do mundo e as dez do Reino Unido, lado a lado com instituições de ensino superior de centenas de anos, como as famosas Cambridge e Oxford, respectivamente inauguradas em 1209 e 1096. Um dos seus pontos fortes é a importância dada à internacionalização da educação. De porte médio, ela tem um corpo estudantil de 24.000 discentes, dos quais aproximadamente 9.000 são estrangeiros vindos de 140 países diferentes.

 

Estudar no Reino Unido

 

“A Warwick é uma universidade moderna. Então você não encontrará prédios como os de Hogwarts”, disse Lorna Morris, a representante da Universidade, brincando com o fato de salões de Oxford terem sido usados como cenários cinematográficos da saga Harry Potter. Os prédios da Warwick são modernos e alguns dos grandes investimentos em suas instalações são bastante recentes, como um novo centro esportivo que será inaugurado no campus em um mês.

 

Há opções de acomodações dentro do próprio campus de diferentes tamanhos e valores, e a Warwick garante uma vaga para todos os estudantes em um dos seus prédios residenciais durante o primeiro ano de estudos. Depois, eles podem optar por morar fora do campus em uma das dezenas de residências gerenciadas pela própria universidade na região.

 

Warwick está localizada em Coventry, de aproximadamente 300 mil habitantes. Graças a ela e à Universidade de Coventry, a cidade é considerada universitária e tem uma infraestrutura bem preparada para receber o grande número de estudantes que é atraído anualmente pela educação em uma destas duas instituições.

 

Coventry está localizada bem no centro do país, a uma hora de trem de Londres central. Morar fora de uma metrópole significa um custo de vida significativamente mais barato e um estilo de vida mais tranquilo. No entanto, a sua localização central permite fácil e rápido acesso às grandes cidades, como Birmingham e, claro, Londres.

 

Opções de estudo na Warwick

 

University of Warwick

Lorna Morris, representante da Universidade de Warwick, durante o evento em São Paulo.

 

Para os brasileiros interessados em uma graduação na Universidade de Warwick, o primeiro passo é cursar um International Foundation Programme de um ano de duração. Ele já encaminhará o estudante para a área específica que escolher e o preparará com todas habilidades necessárias a fim de progredir para uma graduação.

 

Além dos bacharelados de três anos, há opções de mestrados profissionais (Taught) ou científicos (Research) de um a dois anos de duração; e doutorados (PhD) de até quatro anos. As áreas de estudo disponíveis englobam as Artes, Ciências, Ciências Sociais e Medicina.

 

O processo de admissão

 

As inscrições para os bacharelados da Warwick devem ser feitas pelo UCAS, serviço centralizado de admissão universitária do Reino Unido. Já os mestrados e doutorados têm processos seletivos centralizados em cada departamento acadêmico da universidade.

 

A inscrição deverá conter informações pessoais do candidato, o seu perfil escolar/acadêmico (constando histórico e desempenho) e referências escritas por professores.

 

No entanto, o item essencial será o seu personal statement. Segundo Lorna, ele é importante para a seleção entre tantos estudantes com as mesmas notas altas. A redação é a sua chance de contar detalhes individuais sobre si mesmo que o destaquem dentre os demais candidatos. Por isso, ela desaconselha a escrever textos genéricos – o objetivo principal é mostrar a sua paixão pela área de estudo e como você a desenvolveu a partir de relatos pessoais e significativos.

 

Um caso real

 

René Ivan Saracho retornou do Reino Unido em dezembro após um ano intenso de estudos, das 8h às 18h, de segundas às sextas-feiras. Ele decidiu-se pela Warwick após se decepcionar com os Estados Unidos como destino de estudo devido à situação política. Mesmo admitido em uma universidade americana, optou por mudar-se com sua esposa para Coventry e cursar o MBA da Warwick juntamente a outros 77 estudantes de 30 nacionalidades diferentes que formavam a sua turma.

 

University of Warwick

René respondeu às dúvidas dos seguidores do loveUK durante o encontro.

 

Advogado, com uma carreira já consolidada em direito tributário em São Paulo, ele retornou ao meio acadêmico após dez anos e estudou com médicos, enfermeiros, geólogos, economistas e outras pessoas de todos os backgrounds e culturas. “[O MBA da Warwick] é um programa que te permite, de fato, trabalhar em qualquer mercado de qualquer indústria e em qualquer departamento da organização”, resume.

 

Além de ser internacional na sala de aula, o MBA da Warwick também é global em sua grade curricular. Durante o programa, Renê teve a oportunidade de estudar por alguns dias em universidades parceiras ao redor do mundo – em Shanghai, na China; Vale do Silício, nos Estados Unidos; Helsinque, na Finlândia; Milão, na Itália; e Frankfurt, na Alemanha.

 

Ao visitar empresas e universidades parceiras, ele e seus colegas de classe tiveram a chance de conhecer em primeira mão as inovações e a aplicação de tecnologias em ramos distintos e de trabalhar em casos reais.

 

Reino Unido como destino de estudo

 

O evento serviu também para conhecer algumas das várias vantagens do Reino Unido como um destino de estudo para alunos estrangeiros. A graduação na maioria das universidades britânicas tem duração de apenas três anos, por ser cursada em período integral e trazer um conteúdo muito mais intenso e focado na área de estudo escolhida pelo estudante desde o primeiro ano.

 

As instituições do país incentivam os discentes a pensar criticamente e a conduzir os estudos de maneira independente. "No Reino Unido, o professor te dá as ferramentas para encontrar o conhecimento”, aponta René, diferenciando-se do ensino brasileiro, em que o professor passa todo o conteúdo que o estudante precisa absorver.

 

No começo, segundo ele, foi um desafio, mas aos poucos acostumou-se com a eficiência do sistema britânico. “A universidade oferece uma experiência individual para cada estudante mesmo em salas com mais de 70 alunos. É um trabalho colaborativo e você faz parte do programa.”

 

Na Warwick, por exemplo, os estudantes são avaliados por diferentes métodos, não apenas no formato tradicional de provas valendo nota. Eles participam de projetos em equipe, estudos de casos reais, trabalhos em laboratórios, estudos e pesquisas independentes, reuniões individuais com tutores, entre outras formas de avaliação. Até a participação em sala de aula conta para a sua média final.

 

O Reino Unido também é um país que investe em internacionalização do seu ensino superior. “O país está de portas abertas para receber estudantes internacionais; as universidades de lá têm centros de apoio incríveis que facilitam muito no processo de transição, o que eu acho que é um dos pontos mais fortes. Além disso e mais importante, a educação deles é excelente”, lista Gabriela Araújo, consultora educacional do loveUK.

 

Empregabilidade

 

Outro diferencial das universidades do Reino Unido é o quanto elas valorizam a empregabilidade dos estudantes tanto durante quanto – e principalmente – após os estudos. Como a Warwick, a grande maioria das instituições tem algum tipo de centro ou serviço de carreiras que ajuda cada estudante a definir um plano de carreira e estipular metas para atingi-lo até a graduação.

 

“As universidades do Reino Unido são muito preocupadas com o perfil de empregabilidade, que em comparação ao Brasil é um fator bem positivo; a gente não vê muito disso aqui. As instituições de lá são ranqueadas, inclusive, por rankings de empregabilidade”, explica Gabriela.

 

René conta que tinha reuniões individuais toda semana com o suporte de carreira da Warwick. Segundo ele, é comum ver as pessoas chegarem ao MBA com uma ideia do que querem para a sua vida profissional e, ao longo do curso, saírem com planos totalmente novos. Ele mesmo diz ainda estar absorvendo todos os aprendizados antes de formular as novas ideias que inevitavelmente surgem com o curso.

 

Sobre o loveUK

 

O encontro com a Warwick em São Paulo foi uma organização do loveUK, uma iniciativa de assessoria educacional para alunos brasileiros com o objetivo de promover a cultura e a educação britânica no Brasil em parceria com mais de 30 universidades do Reino Unido.

 

“Nós ajudamos com toda a documentação, a preencher e a enviar o application com o estudante. Depois auxiliamos na procura por acomodação e na solicitação do visto, que é um processo um pouquinho burocrático. E estamos sempre disponíveis para tirar as dúvidas dos alunos”, explica Gabriela Araújo.

 

Os serviços do loveUK são totalmente gratuitos. Graças às parcerias com as instituições do Reino Unido, como a Warwick, a organização recebe uma comissão para cada estudante que se matricula definitivamente em uma dessas universidades por meio de seus serviços. Assim, o loveUK consegue fazer a assessoria sem repassar nenhum custo ao aluno.

 

O atendimento é feito presencialmente em São Paulo ou por email, Skype ou Whatsapp por todo o Brasil, além de marcar presença em feiras de educação internacional que acontecem regularmente em algumas capitais brasileiras e organizar encontros como o desta quinta-feira.

 

Visite o site oficial do loveUK e também assista à conversa com Lorna e Renê pelo Facebook da organização.

Study in the UK

GRATUITO

eBook 'Estudar no Reino Unido'

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar no Reino Unido em um só livro digital.

Baixe seu eBook

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Reino Unido
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

Recrutadora e ex-aluno de MBA dão dicas sobre estudar na Universidade de Warwick

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.