Essenciais
Estados Unidos: Últimas notícias

Campanha universitária americana afirma: Você é bem-vindo aqui!

Campanha #YouAreWelcomeHere tem adesão de mais de 20 universidades dos EUA para garantir o acolhimento de estudantes estrangeiros e a diversidade cultural em seus campi

Campanha universitária americana afirma: Você é bem-vindo aqui!
1880

Recentemente, as redes sociais receberam uma torrente de mensagens de apoio aos estudantes internacionais de universidades e faculdades por todos os Estados Unidos. A campanha #YouAreWelcomeHere – Você é bem-vindo aqui -, liderada pela Temple University, foi idealizada para falar sobre as preocupações da comunidade estudantil internacional no país em relação aos temas anti-imigração da presidência de Donald Trump.

 

Até agora, 20 escolas norte-americanas gravaram vídeos de boas-vindas com todos os seus integrantes – professores, estudantes e colaboradores –, e há outros sendo produzidos. Enquanto isso, aproximadamente 30 instituições e organizações, incluindo a EducationUSA, compartilharam mensagens nas redes sociais usando a hashtag da campanha, que recebeu suporte até do Estado.

 

 

Uma mensagem de unificação e boas-vindas

 

“Esta foi uma forma de mostrarmos aos estudantes que nossas instituições são diversificadas, acolhedoras, seguras e comprometidas com o seu desenvolvimento”, contou Jessica Sandberg, Diretora de Admissões Internacionais da Temple University, ao Hotcourses Abroad. “Mais importante ainda, nós queremos demonstrar que este sentimento é compartilhado por todas as nossas comunidades no campus. Nos vídeos, especialmente, você pode ver o entusiasmo genuíno dos participantes e sentir a emoção dedicada à sua produção.”

 

E ela conclui: “Nós valorizamos imensamente nossas estudantes internacionais nos Estados Unidos e esta campanha foi nossa maneira de comunicar este sentimento em uma só voz coletiva”.

 

Primeiro vídeo produzido para a campanha #YouAreWelcomeHere pelo Study Group; mais 19 instituições se inspiraram na ação e criaram suas próprias mensagens. Veja a lista abaixo!

 

Suporte excepcional para estudantes internacionais

 

A Jessica também explicou que a maioria das universidades dos Estados Unidos oferece suporte adicional aos seus estudantes internacionais, como orientação sobre imigração, suporte acadêmico para estudantes nativos em idiomas estrangeiros, programação social e atividades de integração cultural.

 

A Temple University, por exemplo, recebe mais de 3.000 estudantes internacionais de 128 países e oferece até mesmo um programa especial de acomodação chamado Global Living Learning Community, que coloca um aluno estrangeiro e um nativo como colegas de quarto, para morar juntos e participar de projetos culturais durante o ano todo.

 

“Nós também temos uma Secretaria de Relações Estudantis Internacionais que ajuda os estudantes a se adaptarem à vida universitária nos EUA, formando pares entre novos alunos estrangeiros com estudantes veteranos tanto nativos quanto internacionais, pelo programa chamado Peer2PeerProgra”, conta Jessica.

 

Abraçar a diversidade

 

A Temple University, assim como muitas outras instituições norte-americanas, é grata à diversidade cultural proporcionada pelos estudantes internacionais em seus campi. “Em uma economia crescentemente global, esta exposição é igualmente essencial aos alunos americanos, muitos dos quais não têm a oportunidade de estudar fora antes da graduação”, explica a Diretora de Admissões Internacionais da Temple University.

Pôster promocional criado pela Western Michigan University (WMU) para a campanha.

 

Em uma declaração na página da Western Michigan University, o diretor associado do Instituto de Educação Global Haenicke escreveu:

 

A eleição presidencial dos EUA acabou sendo uma campanha turbulenta e declarações feitas provocaram inquietação em vários grupos nos Estados Unidos. Enquanto o país se movimenta com a transição, eu estou escrevendo para garanti-los que a Western Michigan University compromete-se em ser acolhedora e um lugar de apoio a todos. Eu quero repetir a declaração do pós-eleitoral do Presidente Dunn e reforçar que nós do Haenicke Institute for Global Education e da WCU valorizamos a diversidade no nosso campus e comunidade.”

 

Faça parte de nossa comunidade!

 

Para aqueles que ainda sonham estudar nos Estados Unidos, mas estão incertos quanto a colocar os planos em prática, Jessica Sandberg tem o seguinte conselho: “Eu digo aos estudantes que a escolha de estudo fora é optar por abraçar o desconhecido. Pergunte a qualquer pessoa que já morou no exterior e eles lhe dirão que passaram por grandes aventuras, fizeram amizades profundas, aprenderam lições valiosas sobre o mundo, e se desenvolveram como estudantes e como pessoa. Mas, se pressionadas, estas mesmas pessoas admitirão que a experiência também envolveu algumas incertezas e desconfortos. Abraçar e superar estas situações é um dos maiores benefícios de se estudar fora. É assim que você compreende o seu lugar no mundo e a direção que quer traçar para o seu futuro. É também uma forma de as nações conduzirem a diplomacia pessoa a pessoa”.

 

Assista aos vídeos das universidades dos Estados Unidos para a campanha #YouAreWelcomeHere

 

 

Fontes: Artigo de Katie Duncan para o Hotcourses Abroad. (Traduzido e adaptado por Brenda Bellani.) 

 

Leia também:

Mesmo com Trump, estudantes internacionais ainda consideram estudar nos EUA

#WeAreInternational: Campanha britânica dá suporte à educação internacional no país

Study in the USA

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.

Baixe seu eBook

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Estados Unidos
Graduação
SOBRE O AUTOR

Campanha universitária americana afirma: Você é bem-vindo aqui!

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.