Essenciais
Estados Unidos: Últimas notícias

EUA dominam e a China cresce no Ranking Shanghai Jiao Tong 2015

O Ranking ARWU de 2015 demonstra que os EUA continuam no topo e que a China cresce de forma constante

Ranking Shanghai Jiao Tong 2015
1139

As universidades americanas dominaram mais uma vez o ranking acadêmico de universidades mundiais (Academic Ranking of World Universities – ARWU), produzido pelo Centro de Universidades de Classe Mundial da Shanghai Jiao Tong University, na China. As instituições chinesas, na extremidade inferior da lista, estão subindo de posições lenta, mas constantemente.

 

 

O está acontecendo com a China?

 

Apesar de ainda ter 44 universidades no top 500 em relação ao ranking passado (apenas atrás dos Estados Unidos), quase todas as universidades chinesas melhoram as suas classificações. A Tsinghua University e a Peking University agora estão muito perto de chegar à lista das 100 melhores do mundo. O Japão continua com apenas duas universidades no top 50 - a Universidade de Tóquio (21) e a Kioto University (26ª) -, mas o desempenho não é tão notável quanto o chinês.

 

Por quê?

 

Graças ao financiamento e à ambição. E não é só no ARWU: a China também tem chamou atenção no Ranking Asiático de 2015 da Times Higher Education. Conversando com a Times, a co-editora do livro “Ásia: A Próxima Superpotência da Educação Superior?”, Alessia Lefebure, disse: “Os chineses implementaram financiamentos e políticas agressivas porque querem competir  mundialmente e são muito ambiciosos”.

 

O desempenho de alguns países:

 

ESTADOS UNIDOS

  • 8 universidades entre as 10 melhores do mundo
  • 16 universidades entre as 20 melhores do mundo

Instituição de destaque: Harvard

Por quê? É a primeira colocada do ranking há impressionantes 13 anos consecutivos!

 

REINO UNIDO

  • 1 universidade entre as 10 melhores do mundo
  • 3 universidades entre as 20 melhores do mundo

Instituição de destaque: Universidade de Warwick

Por quê? Ela entrou pela primeira vez entre as 100 melhores do mundo, na 92ª posição.

 

AUSTRÁLIA

Instituição de destaque: Universidade de Melbourne

Por quê? É a universidade da Oceania com o melhor resultado no ranking, na 44ª posição.

 

CANADÁ

Instituição de destaque: Universidade de Toronto e Universidade da Colúmbia Britânica

Por quê? As duas instituições estão no top 50, respectivamente na 25ª e 40ª posição.

 

CHINA

  • Nenhuma universidade entre as 100 melhores do mundo
  • Cinco universidades entre as 200 melhores do mundo
  • 44 universidades entre as 500 melhores do mundo (ela é o país com o segundo maior número de instituições no ranking, atrás apenas dos EUA)

 

BRASIL

O Brasil tem seis instituições no Ranking 2015 da Shanghai Jiao Tong University: a Universidade de São Paulo (USP) tem o melhor resultado, sendo a única na faixa 101-150 das melhores do mundo; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade estadual Paulista (UNESP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficaram na faixa 301-400; e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) estão na faixa 401-500.

 

Desempenho por região:

 

AMÉRICAS

16 no top 20

55 no top 100

176 no top 500

 

EUROPA

4 no top 20

35 no top 100

205 no top 500

 

ÁSIA-PACÍFICO

0 no top 20

10 no top 100

114 no top 500

 

ÁFRICA

0 no top 100

5 no top 500

 

Veja o ranking completo no wwww.shanghairanking.com.

Study in the USA

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.

Baixe seu eBook

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Estados Unidos
Graduação
SOBRE O AUTOR

Ranking Shanghai Jiao Tong 2015

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.