Essenciais
Estados Unidos: Quando chegar lá

5 razões para fazer parte de uma fraternidade nos EUA

Por que participar de uma irmandade ou fraternidade durante os seus estudos nos EUA? Leia nossas cinco razões para saber!

5 razões para fazer parte de uma fraternidade nos EUA

Durante sua estada no exterior, você pode se envolver de várias maneiras com a comunidade estudantil de sua universidade. Por exemplo, no Reino Unido, você pode participar de clubes e sociedades para conhecer novas pessoas, explorar seus interesses e hobbies e desenvolver habilidades. Nos EUA, você pode fazer o mesmo, mas esses clubes são mais frequentemente chamados de irmandade e fraternidade - sorority e fraternity.

 

Você provavelmente já viu ou ouviu falar deles em filmes ou séries ambientados nos Estados Unidos, onde os alunos frequentam festas com “suas irmãs” ou membros da fraternidade. É exatamente sobre isso que falaremos neste artigo: listamos cinco razões para fazer parte de em uma irmandade ou fraternidade enquanto você estuda nos EUA!

 

Mas antes...

 

O que é uma irmandade ou fraternidade?

 

Em primeiro lugar, você sabe o que significam os termos irmandade e fraternidade? Uma irmandade é um tipo de organização universitária para mulheres, enquanto uma fraternidade é o equivalente para homens nas instituições de ensino superior dos Estados Unidos. Esses grupos também são chamados de “casas” (tipo as casas de Harry Potter, sabe?). Os membros de cada uma delas são então conhecidos como “irmãs” ou “irmãos”.

 

Esses grupos também costumam ter nomes gregos ou latinos, como Alpha Phi Delta ou Alpha Delta Gamma, que, segundo se sabe, foram escolhidos historicamente para refletir intenções acadêmicas e intelectuais. Os estudantes em irmandades e fraternidades se reúnem para diferentes eventos, atividades, encontros sociais e arrecadação de fundos beneficentes.

 

A opinião pública sobre irmandades e fraternidades nos Estados Unidos é bem variada, pois algumas pessoas as consideram antiquadas e tradicionais demais. No entanto, dependendo do seu ponto de vista, há benefícios em se unir a uma irmandade ou fraternidade e nós os listaremos a seguir.

 

Entretanto, primeiramente, é importante dizer que existe, sim, algumas fraternidades que aplicam trotes como rito de passagem, como é mostrado em filmes e você não precisa fazer absolutamente nada que não se sinta confortável. Mas, claro, Hollywood pode exagerar a realidade e os trotes serem eventos divertidos, engraçados e seguirem todas as regras estipuladas pela própria universidade.

 

Dito isso, vamos às razões!

 

Leia também: O que é fraternidade?

 

1. Ganhe habilidades de liderança

 

Você encontrará diversas oportunidades de assumir funções de liderança dentro de uma irmandade ou fraternidade. Em cada festa, evento ou caridade organizado, os membros são incentivados a se voluntariar e ter responsabilidades adicionais que irão agregar valor ao seu currículo.

 

Os empregadores costumam procurar candidatos com experiência comprovada em posições de liderança. Isso ocorre porque líderes eficientes se comunicam bem, tomam decisões bem ponderadas, sabem organizar uma equipe de pessoas e gerenciar projetos de forma independente.

 

Não importa qual seja sua personalidade, extrovertido ou introvertido, você ainda pode conseguir habilidades de liderança ao trabalhar nos bastidores de eventos da sua irmandade ou fraternidade, algo muito comum nas universidades norte-americanas.

 

Se você estiver interessado em exercer funções de liderança, pergunte aos demais membros da sua casa (fraternidade/irmandade) como se envolver e demonstre o seu interesse em ter um papel ativo nas atividades realizadas por eles.

 

2. Faça amigos

 

Visa de estudante nos Estados Unidos

 

Este é talvez um dos motivos mais interessantes para ingressar em uma irmandade ou fraternidade. Ao começar a faculdade, especialmente em um país diferente, você provavelmente conhece poucas pessoas ou mesmo ninguém no começo. Ao entrar em um desses grupos, você se misturará com muitos outros estudantes que também estarão ansiosos para fazer novos amigos.

 

Como irmandades e fraternidades costumam ser grupos muito unidos, os laços são facilmente formados. Disse-se até que fazer parte de uma irmandade ou fraternidade é como fazer parte de uma família, que é o tipo de convivência que você mais sentirá falta no exterior como estudante internacional.

 

Esses grupos também tendem a ser compostos por centenas de alunos, dando a você muitas oportunidades de conhecer pessoas com ideias e interesses semelhantes aos seus.

 

3. Aumente suas perspectivas profissionais

 

Entrar em uma irmandade ou fraternidade mostra dedicação, compromisso, lealdade e filantropia. Todas essas características são altamente atraentes ​​para todos os tipos de empregadores que desejam contratar alguém em quem possam confiar. Além disso, também demonstra que você é capaz administrar seu tempo de forma eficaz ao equilibrar suas atividades acadêmicas com atividades extracurriculares.

 

Da mesma forma, você provavelmente trabalhará em projetos em prol da comunidade, seja a acadêmica ou outra maior além do campus. Isso reflete seus valores essenciais e é algo que pode interessar a empregadores que também se preocupam com o envolvimento com a comunidade local.

 

Embora as notas sejam importantes, os empregadores também querem contratar um indivíduos bem-sucedidos com outros interesses e habilidades transferíveis. Por exemplo, trabalhar em equipe e resolver problemas são aptidões essenciais que você ganhará por fazer parte de uma irmandade ou fraternidade, ao organizar eventos por exemplo.

 

Leia também: Quais habilidades empregadores buscam em recém-graduados?

 

4. Networking

 

Encontrar um emprego depois da universidade é um desafio, principalmente se você estiver entrando em um campo profissional competitivo. Uma ótima maneira de conseguir um trabalho é por meio do networking. Pergunte às pessoas da sua fraternidade ou irmandade – em especial a veteranos ou alunos já graduados – sobre o setor do mercado de trabalho em que deseja entrar, pois elas podem ter dicas de acordo com suas próprias experiências.

 

Como parte de uma irmandade ou fraternidade, você sondar sobre as oportunidades de estágio e pedir dicas sobre os seus planos para o futuro. Nunca se sabe... Alguém pode conhecer alguém que ouviu falar de uma vaga de emprego em uma empresa na qual você gostaria de trabalhar.

 

Falar com outras pessoas e aprender sobre suas aspirações de carreira também é uma ótima maneira de refletir sobre seus próprios objetivos. E quando o momento chegar, você pode ser a pessoa que ajudará outros estudantes também!

 

5. Tenha um apoio acadêmico

 

Apesar da reputação de muitas festas e diversão, irmandades e fraternidades também exigem que os membros mantenham um desempenho acadêmico adequado. Isso significa que você ainda tem que estudar e trabalhar muito durante o seu período como membro do grupo.

 

Você não pode se dar ao luxo de se concentrar apenas nas atividades extracurriculares. Mas, se precisar de apoio, pode entrar em contato com os membros mais velhos de sua irmandade ou fraternidade que já estiveram na mesma situação que você. Também é provável que haja pelo menos outra pessoa estudando a mesma área que você; você pode tentar conversar com esses outros membros para organizar algumas sessões de estudo.

 

Universidades dos EUA com irmandades e fraternidades

 

Dê uma olhada em algumas das universidades nos Estados Unidos que possuem irmandades e fraternidades ativas:

 

 

Como entrar em uma irmandade ou fraternidade?

 

Em primeiro lugar, você precisa se certificar de que sua universidade administra irmandades e fraternidades, porque não são todas as instituições que possuem esse tipo de atividade extracurricular.

 

Assim que chegar ao campus, você pode se inscrever para tours ou dias de visitação aos grupos para saber mais sobre eles. Esses eventos ou feiras costumam são organizados e realizados por “irmãs” e “irmãos” das casas; neles, você tem a chance de tirar suas dúvidas, saber o que cada uma delas oferece e se se registrar.

 

Se você for bem-sucedido, receberá um convite da irmandade ou fraternidade. E aí tem de aceitá-lo, caso queira mesmo participar, e passar pelo período de adaptação, que pode ser considerado como provação, um período em que você se ajustará à vida na casa. Nesse processo, há grupos que têm mentores para ajudá-lo a se adaptar.

 

Leia também:

 

(Texto original de Lizzie Horrocks publicado no site Hotcourses Abroad.)

Study in the USA

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.

Baixe seu eBook
CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA